A adolescência é uma fase da vida particularmente difícil. Desde a fase inicial da adolescência, em que o jovem tem de lidar com a passagem da infância para a adolescência, até à fase final, com a saída da adolescência e a entrada no mundo adulto, passando pela fase intermédia, repleta de inúmeras situações de grande tensão e conflito psíquico, resultado de um corpo e uma personalidade em permanente e rápida mudança.

Estas constantes mudanças e adaptações levam à vivência de sentimentos extraordinariamente fortes e emoções potencialmente desorganizadoras, que podem originar um padrão de funcionamento psíquico pautado pelo sofrimento e angústia pessoal, mesmo que não exista um quadro clínico ou um diagnóstico bem definido. Estes sintomas e angústias, se não forem trabalhados e bem resolvidos, poderão levar ao desenvolvimento de uma psicopatologia na idade adulta. Assim, é fundamental intervir precocemente.

A intervenção Psicoterapêutica em Adolescentes é adequada e útil numa variedade de situações, como por exemplo:

  • Problemas relacionados com o desempenho escolar;
  • Problemas relacionados com o corpo e a imagem corporal;
  • Problemas relacionados com a alimentação;
  • Problemas relacionados com a formação da identidade;
  • Problemas relacionados com a sexualidade;
  • Problemas de comportamento e agressividade;
  • Problemas na vida familiar;
  • Problemas depressivos e ansiosos;
  • Problemas com a integração num grupo de amigos.

 

Captura de ecrã 2018-01-10, às 19.34.42