A Terapia Familiar vê o sintoma ou o problema/dificuldade do indivíduo como resultado da forma disfuncional de interação da família. Assim, o terapeuta intervém de forma a criar condições para uma melhoria do diálogo entre os membros familiares, facilitando a construção de relações saudáveis e harmoniosas, ajudando e apoiando as famílias, para estas lidarem da melhor forma possível com os desafios que surgem. As sessões realizam-se com os vários elementos da família, no entanto podem envolver apenas um indivíduo.

A Terapia Familiar é indicada quando se pretende alcançar uma mudança no funcionamento da família. Esta terapia pode ser útil nas seguintes situações:

  • Dificuldades de relação e de comunicação entre os cônjuges, entre pais e filhos ou entre irmãos;
  • Situações de crise familiar (doença ou luto);
  • Dificuldades de separação ou de aproximação entre os elementos da família;
  • Comportamentos problemáticos de uma criança ou adolescente;
  • Conflitos de geração;
  • Dificuldades no desempenho dos papéis parentais;
  • Abuso de drogas e alcoolismo;
  • Depressão;
  • Ansiedade.